Framework LeSS

Escalar Scrum começa com o entendimento da forma de trabalho de uma única equipe Scrum padrão. Partindo deste entendimento sua organização deve ser capaz de compreender e adotar LeSS, o que requer examinar os propósitos dos elementos de uma única equipe Scrum e descobrir como atingir o mesmo resultado, dentro das restrições padrão do Scrum.

O desenvolvimento ágil com Scrum requer uma mudança organizacional profunda para se tornar ágil. Portanto, nem Scrum nem LeSS devem ser considerados somente como práticas. Em vez disso, eles formam um framework de design organizacional.

Dois Frameworks de Ágil Escalado

LeSS fornece dois diferentes frameworks de Scrum escalado. A maioria dos elementos escalados do LeSS estão focados em direcionar a atenção de todas as equipes em todo o produto, em vez de “a minha parte”. Focos globais e “ponta-a-ponta” são talvez os problemas dominantes a serem resolvidos ao se escalar Scrum. Os dois frameworks - que são basicamente de uma única equipe Scrum escalada em várias equipes - são:

  • LeSS: Para até oito equipes (de oito pessoas cada).
  • LeSS Huge: Para milhares de pessoas trabalhando em um único produto.

O que significa ser o mesmo que uma única equipe Scrum?

LeSS é uma versão escalada de uma única equipe Scrum, e mantém muitas das práticas e ideias de uma única equipe Scrum. Em LeSS, você vai encontrar:

  • um único Product Backlog (porque trata-se de um único produto),
  • uma Definição de Pronto para todas as equipes,
  • um Potencial Incremento de Produto ao final de cada Sprint,
  • um Product Owner,
  • muitas equipes completas e multifuncionais (sem equipes de especialidades únicas),
  • uma Sprint.

Em LeSS todas as equipes estão trabalhando em uma mesma Sprint para entregarem produtos lançáveis em cada Sprint.

O que é diferente no LeSS?

  • Planejamento da Sprint - Parte 1: Além de um Product Owner, participam pessoas de todas as equipes. Deve ser permitido que os membros da equipes auto organizadas decidam a divisão de itens do Product Backlog. Os membros das equipes também discutir oportunidades para compartilharem trabalhos e cooperarem, especialmente para itens relacionados entre as equipes.
  • Planejamento da Sprint - Parte 2: Realizada de forma independente (e, geralmente, em paralelo) por cada equipe embora, por vezes, duas ou mais equipes podem ficar na mesma sala (em diferentes áreas) para uma simples coordenação e aprendizado.
  • Daily Scrum: Também é realizada de forma independente por cada equipe, embora um membro da equipe A pode observar uma Daily Scryn do Time B, para aumentar o compartilhamento de informações.
  • Coordenação: Equipes ou representantes rotativos de cada equipe podem manter um Open Space, Town Hall Meeting ou Scrum-of-Scrums regularmente para aumentar o compartilhamento de informação e a coordenação.
  • PBR Geral: Pode haver uma reunião opcional e curta para o Refinamento do Product Backlog Geral (PBR - Product Backlog Refinement), que inclui o Product Owner e pessoas de todas as equipes. O objetivo fundamental é decidir quais as equipes implementarão quais itens e, portanto, selecionar os itens para serem refinados na reuniões de Product Backlog Refinement de cada equipe. É também uma oportunidade para aumentar o alinhamento com o Product Owner e todas as equipes.
  • Refinamento do Product Backlog: A única exigência no LeSS é que o Refinamento do Product Backlog seja realizado para cada equipe Scrum individualmente. Mas uma variação comum e útil é realizar um Refinamento do Product Backlog com duas ou mais equipes reunidas na mesma sala, para aumentar a aprendizagem e a coordenação.
  • Revisão da Sprint: Além de um Product Owner, inclui pessoas de todas as equipes, clientes relevantes/usuários e outras partes interessadas. Para a fase de inspecionar o incremento do produto e novos itens, considere adotar um estilo de “bazar” ou uma “feira de ciências”: uma grande sala com várias áreas, cada uma composta por membros da equipe, onde os itens desenvolvidos por equipes são apresentados e discutidos.
  • Retrospectiva Geral: Esta é uma cerimônia não existente em uma única equipe Scrum e seu objetivo é explorar a melhoria do sistema geral, em vez de se concentrar em uma equipe somente. A duração máxima é de 45 minutos por semana de Sprint. Ele inclui o Product Owner, ScrumMasters e representantes rotativos de cada equipe.