Estrutura Organizacional

Como isso tudo se encaixa em uma estrutura organizacional? Naturalmente, cada organização é diferente, mas as organizações com LeSS tendem a seguir uma estrutura surpreendentemente simples. A primeira diferença entre as organizações LeSS e as mais tradicionais é que a estrutura é estável pois (1) o trabalho é organizado em torno de equipes, e (2) a incompatibilidade de habilidades desencadeia aprendizado e coordenação dentro de equipes existentes.

Estrutura Organizacional LeSS

Um organograma típico do LeSS é semelhante a este:

Perceba que não estão aqui:

  • Nenhuma organização de projeto / programa ou escritório de gerenciamento de projeto / programa (PMO).
    Essas organizações tradicionais de controle deixam de existir em uma organização LeSS, uma vez que suas responsabilidades são distribuídas entre as equipes de funcionalidades e o Product Owner. Insistir em manter tais organizações causará confusão e conflitos de responsabilidades.
  • Não há grupos de suporte como gerenciamento de configuração, suporte de integração contínua ou “qualidade e processo”.
    As organizações LeSS preferem expandir a responsabilidade das equipes existentes para incluir este trabalho sobre a criação de organização mais complexa com grupos especializados. Os grupos de apoio especializados tendem a “possuir” a sua área, o que leva a se tornarem um gargalo.

Vamos examinar uma organização LeSS …

  • Chefe do Grupo de Produto— A maioria das organizações LeSS ainda tem gerentes, incluindo um “chefe de grupo de produtos.” Eles apoiam as equipes através do “Saia e Veja” e as ajudam a remover obstáculos e a melhorarem. As organizações de LeSS não possuem estruturas matriciais.
  • Equipes de Funcionalidades—Aqui é onde o trabalho de desenvolvimento é feito. Cada equipe é multifuncional e auto organizada e possui um ScrumMaster. São unidades permanentes que permanecem juntas durante o período de duração de um produto (e às vezes mais). Evite muitas camadas hierárquicas, tanto quanto possível.
  • Product Owner (Equipe)—Comumente chamado de “Gerenciamento de Produtos”. Pode ser uma pessoa, mas em uma organização LeSS maior o Product Owner pode ter o suporte de outros gerentes de produtos. Um ponto importante nesta estrutura organizacional é que as equipes e o Product Owner são pares. Isso é importante para manter o poder equilibrado entre os papéis. As equipes e o Product Owner devem ter um relacionamento cooperativo. Uma estrutura alternativa comum é quando o Product Owner pertence a uma organização diferente. Isso funciona, embora muitas vezes exige esforço adicional para garantir que o Product Owner tenha um relacionamento próximo com as equipes.
  • Departamento de trabalho não feito—Este departamento, idealmente, não existe.
    Mas, infelizmente, às vezes as equipes ainda não são capazes de criar um verdadeiro incremento a cada Sprint. Isto é reflexo da uma “Definição de Pronto” diferente de “Potencialmente Lançável”. Departamentos de trabalhos não feitos como testes, QA, arquitetura ou análise de negócios, nunca devem existir nos grupos menores de LeSS, pois devem ser integrados às equipes desde o começo. Por outro lado, infelizmente, muitas vezes ainda vemos departamentos de trabalho não feito como operações ou produção nas adoções de LeSS, uma vez que muitas vezes cruzam fronteiras organizacionais.